terça-feira, 10 de abril de 2007

Chegada

O Sol apresentava-se em sangue, sobre o verde dos campos... fiquei um pouco encostada na aduela da porta, a vê-lo partir. Eu estava um pouco como o sol, em sangue... não por partir, mas por te ver partir! Tínhamos duas noites, dois dias e depois o vazio, o silêncio, a ausência, a dor...
Dentro de casa acendias a lareira, serenamente, como se te escapasse o pormenor que me atormentava. Quando rodei para te olhar, sorriste-me, atarefado, alheio aos meus pensamentos, às minhas duvidas, aos meus medos...
Tento sempre ler-te... e raramente o consigo, tenho dificuldade em saber o que te vai na alma em cada momento. Confio em ti, no teu amor, no teu carinho, na tua amizade... mas não sei ler-te... não sei se o tempo me dará essa capacidade, sei apenas que desespero, quando te observo de expressão fechada, nesse momento todos os fantasmas me assaltam, todos os demónios me gritam nos ouvidos: “Vês? Olha para ele, está entediado... cansou-se de ti!”
Com o cheiro das acendalhas no ar e as primeiras chamas a subir pelos troncos pequenos, colocados com mestria na lareira, apressaste o passo na minha direcção.
“Amo-te tanto!” sussurraste-me ao ouvido... e eu senti-me a mais tola das criaturas... senti-me tonta por sofrer por antecipação, senti-me pateta por te julgar farto de mim, quando me dizes a cada cinco minutos o quanto me amas, quando tens toda a atenção e carinho para comigo... senti-me um asno por ter receios, quando naquele momento tive a capacidade rara, de ver nos teus olhos o quanto me desejavas...
Enlaçaste-me pela cintura, encostaste-te nas minhas costas, com o queixo sobre o meu ombro e ficaste comigo a esperar a lua... depositando pequenos beijos no meu pescoço, na minha bochecha...

40 comentários:

Carracinha linda! disse...

Porque é que nós gajas somos assim?
Porque é que custa tanto acreditar quando nos dizem que nos amam?
Porque não acreditamos também no que sentimos?

Somos inseguras por natureza. Eu confesso que o sou. E às vezes atormenta-me a incerteza do que sinto. Mais do que o que os outros sentem por mim...

Espero que a tua insegurança e o teu receio se tenham dissipado. Pelo pouco que escreveste...ele parece gostar muito de ti.

Beijo grande

bublicious disse...

É o medo... o medo q existe dentro de todos nós... o medo da rejeição... o medo de afinal as coisas não serem como nós pensamos... o bom da coisa... é q a maioria das vezes elas não são mm como nós pensamos... como tu tão bem provas no teu txt :)...

Ai o Amor... Viva o Amor :)

Para senti-lo e vivê-lo no seu todo há q deixar os medos e as inseguranças de parte! Como se diz ''Ama como se nunca te tivessem magoado''... e cá para mim, acho q tem de ser mm assim... afinal qual a pior coisa q pode acontecer?? Não sermos amadas de volta?? Ninguém morre por amor, embora às vezes pensemos q sim... e antes um amor verdadeiro a um amor traiçoeiro ;)

bjnh grd

Fontez disse...

ia escrever algo...
mas a bublucious disse tudo!
:)

Marta disse...

Carracinha Linda,

Ser mulher, no meu caso e em mts outros, é sinónimo de complicar o simples... este é talvez o único aspecto em que sou bastante feminina!
Escrevi pouco, mas ainda posso escrever mais, estava a tomar balanço na fantasia... ;)

Beijo


Bublicious,

Esse medo é real sim... entre muitas coisas boas da coisa, :))), uma delas é que felizmente há exemplos como o do meu texto... que pode ou não ser meu... ;)
Ai ai... viva o amor!!!
Que se vivam os amores por inteiro, de forma intensa, com entrega total... que se vivam como se o mundo acabasse amanhã... que se pense que morreremos se esse alguém nos faltar...
Que se ame perdidamente...

Beijo


Fontez,

Eu imagino que te apeteça dizer mtas coisas... saber tb algumas... ;)

Beijo

fontez disse...

dear Marta,
sim apetece-me saber onde posso iniciar Reiki, onde praticar...!
;)

Marta disse...

Fontez,

Ora nem mais, foi mesmo isso que imaginei... não respondi apenas pq tb não sei... :)))

bublicious disse...

Fontez,

Não me esqueci de ti... hei-de arranjar alguém por essas bandas :)

Marta,

Não sei de onde és, mas se quiseres uma sessão de Reiki, gratuita, é só dizer :)

bjnh

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Podes ter dificuldade em "lê-lo".. mas não tens dificuldade nenhuma em expressar aquilo que te vai na alma..
Goste sempre de te ler... sempre!
Aliás.. que cenário fantástico nos descreveste...

... =^.^= ...

Cátia disse...

Linda, que belas são as tuas palavras... transmitem tanto amor, tanta felicidade... imagino os optimos momentos que passaste...

Quanto à parte da incerteza e duvida... vai de coração aberto... tudo se esbaterá.

Gosto de te saber feliz!!

Beijinhos cheios de carinho

Morgaine disse...

e depois?...
só isso?? e o resto dos pormenores? os cheiros, as velas, o tapete, a fogueira a crepitar, as mordidelas... ?? óóó pahhh

bahh

.
.
beijus pronto...

Marta disse...

Bublicious,

Sou da zona de Lisboa.
Quem sabe um dia? :)

Beijo


Tarina,

És sempre tão doce nos teus comentários... obrigada!
Eu tento expressar-me sim... mas é mais fácil qd falo do que me vai na alma de forma genérica... como fiz com a cabana... com este post e tantos outros...
Há alguém que me inspira... mas não o vivi assim, nem sequer conheço o cenário q descrevo... e por outro lado sei onde fica a cabana, como ela é... como me sentiria lá dentro... com quem lá queria estar!

Beijo


Cátia,

Passei belos momentos sim... não nesta cabana vos descrevo... mas com quem me inspira... :)
Qt às duvidas, elas existem... os sentimentos são reais... e o tempo se encarregará delas...

Gosto de te ter por aqui...

Beijinhos, com mt carinho!


Morgaine,

:)))
... isto foi só uma breve introdução... depois continuo... quem sabe com bolinha! ;)

Acho-te imensa piada! Tinha que confessar!

beijus pronto...

Cátia disse...

Querida, não interessa onde.. apenas interessa o quem... Se ele te faz feliz, é o que interessa! E eu fico feliz por isso também.

Da zona de Lx? Pensei que fosses do Alentejo mas que vivesses em Santarem... talves em vidas passadas, não é?

Passo mtas vezes por aqui, as vezes deixo um beijinho outras apenas sorrio e levo o sentimento. Mas hoje estive ausente... mas apenas fisicamente, o sentimento estava.

Um beijo do coração!

Mina disse...

Realmente só tem certezas quem não tem medos... mas será possível alguém viver assim? Existe alguém com essa capacidade? Não creio... por isso pensamento positivo!!!
Bjs!

Marta disse...

Cátia,

(Vou recordar-te primota, mas tu devias saber, depois de tantas horas a brincar na infância)
;)

Nasci em Lisboa, mas sou Alentejana de coração, vivi lá a minha infância e adolescência, as minhas primeiras memórias são de lá. Saí com 18 anos qd entrei na faculdade, estou na zona de Lisboa desde essa altura. Faço no próximo mês 31...

Vou ao Alentejo 1 ou 2 vezes por mês, os meus pais continuam por lá. Adoro a terra, a paz, os dias longos... por isso sou Alentejana... de coração!

Portanto como vês, não anda longe do que imaginavas, apenas a parte de viver em Santarém foi numa "outra vida"! :)

Bom dia para ti!

Beijo primota.

Marta disse...

Mina,

Alguém que nunca tenha duvidas e receios... acho que existe, mas deve ser terrivelmente arrogante!
Pensamento positivo sim... tento ao menos...

Beijo

bublicious disse...

:)... Quem sabe um dia... Um dia q precises de energia... um dia q precises de experiências ou sensações novas :)... um dia q é só dizer!

bjnh

Marta disse...

Bublicious,

:) Obrigada!
Para já e por hoje desejo-te um bom dia!

Beijo.

Cátia disse...

Primota, desculpa mas é que tive um ataque de amnésia... :)) Qualquer dia ainda nos cruzamos por ai e não nos vemos...

Mas claro que não me esqueço do Alentejo, daquelas brincadeiras no campo, daquelas correrias... nem daqueles por do sol fantasticos refletidos no doirado do Alentejo... E da nossa cumplicidade sempre presente.

Quanto a santarém... deve ter sido de um pesadelo que tiveste em tempos numa daquelas noites de chuva e que me contaste, mas já passou...

Sabes que vou ao alentejo 1 ou 2 vezes por mês... e irei cada vez mais... ha-de haver uma altura que todas as semanas...

Um beijo cheio de carinho para ti

Cátia disse...

São em que dia do próximo mes, linda...? Não posso/quero deixar passa-lo em branco...

Um beijo

Marta disse...

Cátia,

Perdoo-te essa amnésia temporária... mas só desta vez... :)

Eu tb nunca esqueço as nossas brincadeiras, lembras-te qd nos juntávamos, os primos todos e jogávamos ao quente e ao frio? De jogarmos às escondidas... era mt bom... qd chegava a noite estávamos imundas e mt cansadas... mas mt felizes!
Confesso que só não gostava qd insistias em andar no meu baloiço... aquele era o meu... o que o avô me fizera... e qd se tratava do avô eu era mt egoísta... desculpa! Se eu ainda tivesse um baloiço, deixava-te andar! :)

(Agora um pouco mais a sério... gosto de saber que gostas e vais ao Alentejo... é lindo não é?
Qt aos 31.. é... 12... mas não estarei por cá. Vou fugir por uns dias!)

Beijo com mt carinho!

bublicious disse...

Marta,

Uma boa semana para ti... pois q belo dia para se fazer anos, 12 tb é o meu dia... apenas o mês muda :)...

Esclarecendo o meu pecado, o Fontez questiona mto :), e acha q teimosia não é pecado... tal como lhe disse a ele... no meu caso é... por vezes sou tão teimosa q passo da teimosia para a casmurrice... enfim, ninguém é perfeito ;)

bjnh

Marta disse...

Bublicous,

12 é mesmo um bom dia... :D
E o mês é? pois... tou a querer saber de mais... :D é influência do Fontez, aprendi a questionar como ele diz...

O teu pecado é comum, eu tb sou mt, mas entre a preguiça e a teimosia, acho que vence a preguiça :)
Por vezes tenho preguiça até para teimar!

Beijo

Fontez disse...

dear's bublicious e M. (ou H.) :)
teimosia é pecado em religião?
católica não pois já me informei a vários padres...!

wolfhunter disse...

Olá Marta...,

O Amor é como o Sol..., cheio de Beleza, lindo..., mas..., cega..., quando se olha muito tempo de frente...,

Temos que escolher, alguns momentos, especiais, durante o dia..., para o olhar..., de frente...

Por exemplo, relativamente ao Sol.., temos o Nascer do Sol..., e o Pôr do Sol..., :-)...


Bjs

W.

Marta disse...

Fontez,

Para mim, a teimosia pode levar à cegueira, ao ficar egoísta, insensível, irritante... para mim isso é "pecado", bem mais do que uma noite de sexo sem fins reprodutivos (que os padres, alguns pelo menos, consideram pecado), logo, eu tenho a minha própria bitola para medir pecados...
Mas isto acho eu... vale o que vale...

beijo


Bublicious,

Que fique claro que NÃO disse que eras teimosa ao ponto de ficares com as "qualidades" acima descritas! :)

beijo


Wolfhunter,

Concordo... não se pode sempre olhar de frente... temos que ser inteligentes para não cegarmos...

beijo

bublicious disse...

No worries :)... sou casmurra mm... não sou insensível nem egoísta... qt ao irritante (lol).. por vezes sou... e pior, confesso q o gosto de ser... tipo criança de 3 anos, q adora esticar a corda.. só para ver se ela rebenta :)... fazer o q???.. sou feliz assim :)...

Qt ao mês... Novembro parece-me um excelente mês :)

Fontez, quem falou em religião??... pecado é o q eu achar q é pecado em mim... algo q devo melhorar... quero lá saber do q a sociedade diz??... como te disse, as respostas são as q eu quero dar, as q eu sinto... ou agora tenho de me limitar aos pecados das religiões??... pois, bem me parecia q não :)

bjnhs :)

bublicious disse...

hurra hurra hurra... Um grd bjnh de Parabéns! Q tenhas um dia mto mto feliz... com mta alegria, mta amizade, mta paz, mto amor e mta luz :)

bjnh grd

bublicious disse...

Só um à parte... não gosto de dar Parabéns antes da data... mas no meu pc eram exactamente 0:00... lol, a minha hora q hj não é minha mas tua :)

bjnh

Cátia disse...

Bubulicius, desculpa estar a dirigir-te estas palavras... mas a minha primota só faz anos para o proximo mes! Era 12 sim... mas de Maio! :)

Um beijo

Cátia disse...

Querida prima, do que me foste lembrar meu Deus..!!! Ao quente e ao frio... eu era a mais pequenina, e como tal dava-me sempre mal... (voces aproveitavam-se, confessa lá...?!!) Quanto às escondidas, tinha o mesmo problema... quando me viam ou quando vos via, corriam mais do que eu... ficava para trás... !!

Mas adorava ver-vos, estar convosco... Admirava-vos mt... e continuo, sabes disso... E quando a priminha tinha um problema, lá vinham todos dar miminho e atenção... :))

Quanto ao baloiço... acho que nem vou comentar... tu eras a verdadeira apaixonada do/pelo avô. Acho que gostava mais do baloiço por causa disso... Queria sentir-lhe o gosto... hoje compreendo-o, compreendo-te! Uma pessoa realmente especial... Saudades...

Irei ao Alentejo em trabalho, mas estou a aprender a conhecer, aprender a amá-lo.

Um beijo desta tua prima que te adora!!

Marta disse...

Bublicious,

Pois... é em Maio :)
Não vou agradecer, guardarei isso para o mês que vem. Como não vou estar por cá... tlv o faça apenas qd voltar... talvez leve o PC comigo... ainda não sei. :)

Mas... estavas certa na hora, eu é que tenho o meu relógio atrasado uma hora!

Obrigada pelo carinho!!!

Beijo grande!

Marta disse...

Cátia,

Pois é... confesso que nos aproveitávamos... sim, ficavas para trás, mas eras "manhosa", davas um jeitinho de te saíres bem! A tua lágrima fácil deixava-nos desarmados e acabávamos a mimar-te até não podermos mais... tu adoravas ser o centro das atenções, o alvo das nossas maldades e dos nossos mimos!
Acho que éramos todos muito felizes...

Beijo grande primota, cheio de saudades!

Marta disse...

Cátia,

Na verdade a mais nova era eu... era eu q ficava para trás e era eu que sofria as maldades das grandes... que eu idolatrava! Mas como fui irritante desde pequena, chorava copiosamente sempre que a coisa não corria como eu queria, resumindo, tinha dias que chorava o dia inteiro, não que tivesse motivo, só pq me apetecia estar com as atenções todas em mim... acho que me deram poucos açoites :), merecia uns qts mais :)))
O baloiço era meu... e as "grandes" queriam sempre andar nele... mas era o que o avô tinha feito pra mim... o nosso, que eu via como meu! Era irritante e egoísta... com o tempo refinei :)))

Estou a contar para que percebas, que por aqui invento muito... coloco-me noutras peles... mas falo apenas dos sentimentos que conheço... sempre que invento, ponho um pouco de mim!!!

Beijocas e obrigada... é bom recordar...

Cátia disse...

Prima, que belas recordações... não é verdade? Fizeste-me sorrir... Que saudades... Felizes? Fomos sim... Belos tempos... agora cada um tem a sua vida, mas sei que a magina não se perdeu e estas nossas conversas são provas disso mesmo... Qualquer dia combinamos um cafezinho com os primos todos...!

Manhosa??!! Eu?? :)) Achoo que manhosa sempre fui, acho que desde que nasci... ahaha.

Beijinho mt grande para ti querida

ps- hoje estou mesmo a precisar de mimo... estou tão doentinha... (isto faz-te lembrar alguma conversa do passado??!! ahaah).

Anónimo disse...

Prima, gosto de te conhecer, e nunca duvido ou duvidei dos teus sentimentos... sei que são verdadeiros.

Eu tambem era a mais nova, o meu avô materno era e continua a ser (mesmo sem estar aqui) a ser o meu modelo... De facto sofri um pouco por ser a mais nova, as brincadeiras nunca me corriam bem... O baloiço... também o tive, era meu porque era eu que estava sempre lá.

Mas de facto a menina do avô era uma das minhas primas mais velhas... Apesar de saber que ele tb gostava mt de mim...

Como vês o que digo também é verdadeiro... :))

Beijinhos

Cátia disse...

Era eu ali em cima... ficou anonimo... Beijo

bublicious disse...

opps... sorry... mas foi de coração :)

bjnh

Marta disse...

Cátia,

Doentinha??? :( Oh!!!
Vou mimar-te mt, acabo sempre por o fazer... :)))
Mas como entendes... não posso brincar ctg na rua, nem correr, nem jogar à bola (nós gostamos mais de jogar à bola que de brincar com bonecas:) )
Tens que ficar na cama o dia todo!

Que estás a dizer? Ah! Pois... que bom que te sentes melhor... assim podemos brincar! :)))

Beijos

Marta disse...

Bublicious,

Eu sei que sim... :)))

Daí o meu obrigada pelo teu carinho!

Beijos

Cátia disse...

Prima, que bom são esses teus mimos... :)) Mas hoje é daqueles dias que parece que ando com uma nuvem por cima de mim... isto está critico... mas há trabalho a fazer... não há tempo para ficar na caminha...

Mas posso sempre fazer um intervalo para jogar um pouco à bola... quer dizer... acho que não posso, mal consigo respirar quanto mais por-me a correr... aí é que caí-a para o lado... hoje brinco com os pinipons e com os barriguitas... (a Barbie nunca achei mta piada...)

Um beijo