sábado, 26 de janeiro de 2008

aqui

Tinha que ser aqui! Neste aqui, na casa velha. Afinal, mudei-me, mas não a vendi. Ela ainda é nossa.
Cheguei cedo. Ok, ok, cheguei a meio da manhã é verdade, confesso aqui que fiquei a dormir um pouco, mas tu sabes, se eu não estiver rabugenta trabalho melhor. Limpei o pó, enchi o frigorifico e imagina pus-me a cozinhar, vê o que eu faço por ti! Fiz os doces, o bolo de chocolate e a salada de frutas. Preparei o gelo e as bebidas e fui para o jardim, os dias têm sido de sol, achei que gostarias de ver montado o nosso baloiço.
Demorei um pouco, perdi-me de vez em quando em memórias, nossas, e quando percebi já estava tarde, na hora de chegares... e eu... atrasada, mas com um sorriso para te receber.
Espero-te aqui, a ti e aos nossos amigos, aos teus amigos, aos que se queiram juntar a nós. Será uma festa simples, que espero cheia de risos, de copos, de conversas, de memórias.
...
Mas desculpa, não vou escrever-te nada de especial, não te vou dizer vezes sem conta o que já sabes, não te vou repetir as mesmas palavras que tantas e tantas vezes já te disse, essas vivem por aqui, por aqui e por aqui... elas já estão presentes, vivem num sussurro quando o dia não foi o melhor e há noite as recordamos, vivem naquele calor bom que chega nos dias gelados, vivem na brisa suave das noites de verão, vivem em nós! Alimentam-se das asneiras, dos devaneios, das gargalhadas e das lágrimas que vamos partilhando. Portanto... limito-me a isto:

Parabéns primota!

57 comentários:

Cátia disse...

Primota, já me conheces tão bem... O meu melhor presente foi o facto de o fazeres aqui... A festa que me preparaste não podia ser mesmo noutro lugar, tu sabes... Tanto sabes que o fizeste... :) Não escreves nada de especial?! Cada palavra que aqui está é especial e cada um foi recebida com muito muito carinho... Mas de facto a amizade é feita de muito mais que isso, é feita de tudo isto que ralatas aqui e que tenho o prazer de partilhar contigo...

Amanha talvez me saiam mais palavras, agora fica a emoção e o carinho...

Obrigada primota, obriagada por tudo. Este ano o meu aniversario é mais feliz porque tenho-vos a todos no coraçao.

Beijinho grande e um abraço especial

Ana disse...

Amizade é quando não fazemos questão de nós e nos emprestamos para os outros.

Mais uma vez, parabéns à Cátia!
E parabéns a ti Martuxa, que mesmo atrasada, não escondeste o carinho e partilhaste.o por inteiro.

Beijinhos muito grandes às duas!

E hoje quero que bebas um copo por mim, Cátia... de pilão!! =D

Fontez disse...

amizade verdadeira existe.
saudade verdadeira existe.
simpatia tb...
amabilidade tb...
sorriso tb...

tu tens tudo isso Cátia.
Parabens.
Mereces tudo de bom.
bjsss querida.

Patrícia disse...

Olá Marta, Olá Mana!

Lindo post este, e o que torna ainda mais especial foi o facto de o teres escrito neste cantinho, estou certa :D

Estava com um feeling que iria encontrar aqui qualquer coisa ;)... se eu adivinhasse o totoloto! eh ...

Parabéns a ti mana, e às duas por esta amizade tão especial :)

Beijinhos!

M. disse...

Olha vamos lá a ver os registos muito bem guardados ali pa baixo e querem ver que eu também sou velhota por cá?? Morgaineeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!! Bolas, foi horrível abdicar do nick, uma ressaca tremenda. A cátia faz anos travez? Não tinha já feito o ano passado?? Mas porque é que querem fazer anos todos os anos?? que mania esta tsss

Cátia.. não te esqueças de uma coisa: és afortunada. Pois és, eu sei. Dir-te-ia porquê mas não o farei, mas sei que és. E não foi a pink panther que mo disse :P

Um abraço e parabéns (por estares viva claro!)

M. disse...

E marta, viva o blogger!! abaixo o wordpress!!!!!!!!

Marta disse...

Aiiiii!

As saudades que eu tinha de vos receber aqui. :)
Ainda adoro esta casa.
Obrigada a todos por teram vindo.

Beijo enorme!

Fontez disse...

cantinho soberbo...sim!

Marta disse...

Eu chamo-lhe especial, para mim é muito especial... :)

Fontez disse...

eu chamar-lhe-ia...
cantinho indispensável e inigualável!
simples.
n sejas egoista...lol...é especial não só para ti ;)

bjs manita

Marta disse...

Fazemos assim, tu não exageras, e eu não sou egoísta! :P

Beijo.

Cátia disse...

Primota,

Queria fazer-te um outro comentario, mas as palavras não me saem... Talvez porque todas sejam poucas, insuficientes para dizer o que queria. Quero agradecer-te o carinho deste post, nesta nossa casa velha mas tão especial... Mas acima de tudo quero recordar todos aqueles momentos que partilhámos tantas coisas... Momentos sérios, momentos de partilha, mas momentos de gozo e brincadeira... Uma bela amizade para ficar e manter... Se neste dia, neste meu dia a ideia era passá-lo com pessoas que nos são queridas e especiais, entao companhia foi a indicada... Obrigada.

Beijinho mt grande e um abraço bem apertado

Marta disse...

Cátia,

Não tens que acrescentar nenhuma palavra. Sei lindamente que elas por vezes não dizem o que queremos, embora para mim digam mais ou menos o suficiente que é isto: Eu Diverti-me muito!

Beijo grande e aquele abraço!

Fontez disse...

ohhh, essa é fácil pois eu nunca sou exagerado para contigo e muito menos num cantinho eterno.
;)
logo quem tem de "trabalhar" é só tu!
:)

bjss manita.

Marta disse...

"ohhh, essa é fácil pois eu nunca sou exagerado" - LOL nem comento! :D

bj

Fontez disse...

contra verdades nao existem comentarios contraditorios possiveis!
;)

Marta disse...

lolololololololololololol

Fontez disse...

"lolololol" é o ideal (e unico comentario possivel)!

:)

Cátia disse...

Primota,

O Ticho atribui-te um prémio... Um prémio para ti, mas por razões que percebes, tinha que ser a este espaço... a este aqui!

Porque é um espaço particularmente especial...

Um beijo enorme

Marta disse...

Sim, percebo que seja a este aqui... até porque este é o primeiro e o melhor aqui! Eu sinto-o o melhor, porque é o que tem mais de mim, é o mais verdadeiro!
Obrigada! Foi uma honra, visto que estou retirada, ou quase deste espaço. Obrigada por não o esqueceres!

Beijo e aquele abraço!

(Ca) tarina disse...

"Confesso" que sinto saudades desta casa...
Das primeiras casas que visitei... das primeiras que me visitaram á mutio tempo.. não tanto assim... mas... o tempo corre à velocidade do vento em dias de tempestade.. irra!
Lembro-me das primeiras sensações que tive quando te li as primeiras vezes.. e recordo-me da forma como os teus texto entravam em mim... gostava dos teus desabafos...

Hoje... quis revisitar-te...

Um beijo!

Marta disse...

Catarina,

Receber alguém nesta casa é sempre uma sensação estranha. Um misto de orgulho e receio. Não posso negar que amo esta casa, que me orgulho dela, mas a porta aberta, permite muitas entradas... eventualmente poderá a sorte, ou falta dela, ditar a entrada de quem não quero.
Mas quando vejo a visita e reconheço nela um amigo, abre-se um sorriso, tira-se o maior do pó do sofá e convida-se a entrar, sentar e beber qualquer coisa.
Gosto de te ver, bem vinda! Confesso que tenho saudades. Há mais de um ano que cá vieste a primeira vez e eu gostei de te receber. Ainda gosto.
Volta aqui, ou a outros aqui’s sempre que queiras e SE quiseres... continuas a ser bem vinda!
Obrigada pelas palavras.

Beijinhos!

Cátia disse...

Hoje venho ate aqui... sim aqui... Sei que a casa está silenciosa, e que neste momento nao estarás aqui... Sei que estás fora, porque a casa nova tambem está silênciosa... hoje venho ver os quadros que pintei e te ofereci pelo natal e que ainda encontro nas paredes empoeiradas, venho ver a flor que plantei contigo, que vai resistindo à tempestade e à seca... Forte, como sempre a imaginei!

Venho, limpo o pó do sofá, de deito-me enrolada nele e fico a olhar para o vazio... Não que esteja triste por algum motivo em particular, preciso apenas de estar num sitio confortavel... foi o teu sofá que escolhi... fico... até que adormeço...

... quando acordar, irei embora, com a certeza que voltarei.

Marta disse...

A casa estava silenciosa e vazia, mas tens chave, entras, sentas e ficas quanto tempo quiseres.
Vi o sofá sem pó, a almofada marcada por teres dormido nela.
Fui ao roupeiro buscar uma manta e deixei em cima do sofá, quando voltares ficarás mais confortável, mais quente.
Ao lado, na mesinha fica um pacote de bolachas, novinho e um leite com chocolate. Não fiz bolo, porque não sei quando voltas. Receei que se estragasse.
Quando voltares, ficarás mais confortável e talvez nesse dia eu não esteja a correr tanto que te veja entrar, te siga e te dê colo. Por nada, apenas porque sim!

Beijo e aquele abraço!

(Sim, lá fora as plantas estão magnificas. Fortes!)

Manuela disse...

E a tua prenda foi linda... palavras para quê, quem conhece, sabe...

beijos e já agora Parabéns á Cátia.

Carracinha Linda! disse...

Afinal continua encerrado...

marta disse...

Carracinha,

Pois continua, venho cá de vez em quando, mato saudades e vou embora... não penso voltar! ;)

Beijocas!

Ana disse...

Vim só fazer uma limpeza à casa... já estava um pouco empoeirada e tinhas uma barata à porta!
Ai, ai, Marta Maria, a mãezinha vai ficar muito triste por saber que não andas a fazer o trabalhinho doméstico!
;) =P

Beijinhos!

Ana disse...

(Não é à toa que as minhas botas são todas pontiagudas à frente lol)

Opa, manda.me calar!

Beijinhos!
2x

Marta disse...

Ana,

LOL
Ai Plimzinha és uma salva vidas, a mãezinha vem no fds e ia mesmo ficar muito zangada comigo! :D

... mas... barata?

SOCORROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Quero cá nada barato... só coisas caras! LINDAS!!!!
(acordei futil :D )

E sabes lá tu, comprei uns sapatos agulha... até pareço uma senhora! :P

Beijo grande!

E que nunca te cales! ;)

Cátia disse...

São de mais... mas tolas como sempre! :P Gosto de vocês assim... :D

Têm medo das baratas? Xihh pensava que era so de ratos... Medo...!!

Beijos para as 2

Marta disse...

:D

E nós também gostamos de ti assim, tão ou mais tola que nós! ;)

Beijossss

Ana disse...

Olha a Cátia também veio ajudar a matar a barata!
Mas não é necessário, amori, aqui a Ana já tratou do animal!


Medo de baratas? Mas tu acreditas mesmo nisso?
Tch tch!!
Quanto aos ratinhos, pronto, parece que a Marta até nutre um certo ódio de estimação em relação aos bichinhos que eu pessoalmente acho uns amores!


Beijinhos. Ainda bem que gostas de mim assim =D

Cátia disse...

O ódio da Marta pelos bichos peludos, de quatro patas, cinzentos e dentes afiados é partilhado por mim... Para falar a verdade tenho fobia mesmo! Basta-me ver um rato (daqueles selvagens e nao branquinho e ate engraçado) na televisão e fico arrepiada...

Gosto de vossemeces assim claro... Não fosse eu assim tao ou mais tola que as duas. Santa santa mas que parte a loiça toda.. :P

Gosto deste nosso regresso aqui a casa velha mas que ta limpinha pela Ana. :D

Cátia disse...

Aii Ana, não é que eu vi Já vi a marta de esfregona na mao, seguida de paninho do pó? Um espetaculo a nao perder... Claro que eu saí de lá o mais rapido que pude para ela nao me passar o paninho... ;)

marta disse...

:) pois eu fico muito contente que me matem a bicharada, prefiro não ser eu a fazer o trabalho sujo! :P

E quanto à esfregona e aos paninhos do pó, aspiradores e afins, são todos vossos. Já deixei tudo ali ao pé da porta. Agarrem-se a eles e divirtam-se... é que isto só parece bem limpo, quando se apagam as luzes e "cegamos". :P

Ao trabalho meninas que eu tenho mais que fazer! :D

Beijos pras minhas criaturinhas lindas! Muahhhhh! :D

Ana disse...

":) pois eu fico muito contente que me matem a bicharada, prefiro não ser eu a fazer o trabalho sujo! :P"

LOL!!
Passa è frente... Marta, tas a gozar com as minhas fobias? "é que isto só parece bem limpo, quando se apagam as luzes e "cegamos". :P" - Bem tu vê lá! É que eu até de luzes acesas cego =P
É um caso sério!

Pelo sim, pelo não eu já coloquei inseticida pela casa. Quanto às limpezas domésticas, sabes que a minha mãe anda a preparar.me para ser uma óptima dona de casa (desesperada). Só ainda não sei cozinhar, de resto faço tudo. Mas não estejam já com ideias tristes!
=P

Beijinhos às duas.

marta disse...

"Bem tu vê lá! É que eu até de luzes acesas cego =P" - LOL

Tu ÉS um caso sério! :P

O inseticida foi boa ideia, eu coloquei umas armadilhas de cola, truques que aprendi recentemente... :D

O cozinhar, eu apresento-te à minha mãe que cozinha bem e gosta de o fazer... já eu! :S
Como tu dirias... aim... :D

Cá beijinho! ;)

NM disse...

Muito bom...
Beijitos.

http://prazeroculto.blogspot.com

O Profeta disse...

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

O Profeta disse...

Este impaciente vento
Solta a espuma de um escuro mar
Mistura o pranto e o riso
Aprisionados em sal solto no ar

Indomável é a tua vontade
Alimentas o fogo da solidão
Percorres caminhos incertos
Dás inquietação a uma oração


Bom fim de semana



Mágico beijo

Ana disse...

LOL

Marta disse...

Pois é Ana, era aqui mesmo. Seguidinhos. Estou quase convertida e poetizada! :D :P

Beijo grande!

Patrícia disse...

eh eh

E eu vim salvar-te :P

Beijinhos e uma óptima semana

Marta disse...

Patrícia,

LOL
De mata moscas em punho! :D

beijoca.

Sininho disse...

Martinha ..passei para te deixar um beijinho ...

Sininho disse...

Esqueci me de dizer ...menina mulher / borboleta :)

Marta disse...

Sininho,

:) Um beijinho para ti também. É muito bom receber-te!

Sininho disse...

Por onde andas agora ? Ou já não andas? beijinhos

Marta disse...

Ainda ando.
Estou aqui: http://contoaqui.wordpress.com/
e aqui: http://contudoaqui.wordpress.com/

Beijinhos!

Patrícia disse...

Parabéns Marta! Parabéns Confesso!

Apesar de não ter frequentado muito este lugar, sinto que realmente é especial, diferente!

Beijinho muito grande

Ana Plim disse...

BEIJINHOS!

Cristina disse...

Marta,
Parabéns!!!!
Parabéns pelo excelente conteúdo do Confesso! Apesar de a minha chegada ter acontecido após o encerramento já li uma grande parte deste teu filhote. E gostei. Gostei muito!!!
Um beijinho grande
CA

Marta disse...

Obrigada meninas! Desculpem... só vim cá hoje. Vi as vossas palavras, mas não vim. Não sei bem porquê, pancada certamente...

Emocionaram-me, aqui e no Ticho. Emocionou-me O Ticho. Emocionam-me cada vez que vejo o link do confesso, um blog parado, exposto em alguns dos vossos blogues. Emocionam-me quando falam dele, os que o viveram no presente, comigo, e afirmam não o terem esquecido e os que o descobriram apenas como passado... os que o exploraram. Os que me descobriram. Os que me aceitaram. Os que ficaram.

Um dia, uma pessoa especial disse-me que a principal qualidade do confesso estava na carga emocional de dez anos de história. Que eu só teria um blogue tão bom como o confesso se parasse por 10 anos... ele tinha razão. Eu sabia-o na altura e sei-o agora. Foram os primeiros posts do confesso. Foi o expor-me da forma como o fiz que o fez especial.
Não foi a minha escrita, que eu continuo uma mulher de números. Não foram os meus truques informáticos, que eu continuo um calhau com dois olhos. Não foi o bom aspecto do blogue, por amor de deus, olhem para ele. Foi a lata. Foi o facto de me estar a cagar para o que pensavam os que aqui vinham. Eu não perdi a lata mas já não me estou a cagar para a maioria de vocês. Porque vos conheço. Porque me tocam, porque enquanto vos tentava seduzir, me apaixonei.
É por tudo isso que fico contente por ter tomado a decisão de o encerrar. Não tive tempo para o estragar muito. E agora até posso escrever umas patacoadas por cá que ele resiste para já nas memórias.
Como um Jogador de Futebol, que foi bom, e terminou a carreira sendo ainda bom. Com a liberdade de apesar de já não ser tão bom, poder de vez em quando dar uns toques na bola com os amigos.

Obrigada.

Beijo enorme!

Cátia disse...

Minha querida,

O confesso é sem duvida um sitio especial porque, mesmo nao querendo, conquistaste-nos com esse teu jeito. Acho que o teu comentario aqui diz tudo. Acho que tentavas ser fria, mas este convivio deu-te a volta e envolveu-te com a amizade que pensavas que era impossivel aqui.

Quanto o ticho... foi so uma homenagem a um sitio que gosto tanto de visitar e que, na verdade, é o meu porto de abrigo.

Aquele abraço

Cátia disse...

Passo por aqui para ver se as plantas estavam regadas desde a ultima vez... Como poderia deixar de o fazer? A verdade é que ainda vejo as fitas, os chapeus, os papelinhos da ultima festa... E que bom quer assim o é...

Gosto mt de ti querida.
Abraço apertado

Marta disse...

Sabes, era para ter sido aqui, até porque o teu poema é destes tempos, no entanto este ano, achei que surpresa seria o post ir parar ao conto. ;)

Eu também gosto muito de ti!!! ;)
(acabei de saber que este dia será cheio de coisas a tratar... tlv ande pouco por aqui...)