terça-feira, 16 de janeiro de 2007

The end

Estas palavras foram para ti Pedro. Esta é uma pequena amostra do que foram os meus últimos anos, de como vivi alguns dos meus dias, das cartas que te escrevi, de como te recordo. Escrevi-te a saber que não lerás as minhas palavras, e assim, disse-te o que jamais tive coragem de te dizer. Sei que o universo pode conspirar e que estas palavras podem chegar a ti, nesse caso, faz delas o que quiseres, são tuas!
Parece inútil ter passado anos a escrever para quem não iria ler, é verdade, parece inútil, mas em muitos dias essas folhas de papel foram as minhas confidentes, o meu escape à loucura... a minha forma de comunicar contigo e permanecer em silêncio!
A minha maior dor ao longo dos anos não foi a memória das palavras envenenadas que trocámos, foi acordar de manhã, depois de sonhar contigo e não te ver, não te ouvir, não te tocar... foi saber que te tinha perdido por cobardia!
Vivi 10 anos a tentar esquecer-te, falhei! Não te vou esquecer, vou ultrapassar, vou viver, esquecer-te seria perder quem sou hoje, seria negar-me a mim própria. Vou fechar o baú das memórias contigo lá dentro, sei que lá estarás, mas não te visitarei.
Estou confiante, acredito em mim, senti-te partir a cada post, hoje limito-me a dizer-te adeus.
Foi a minha derradeira declaração de amor... o meu tratado de paz...

20 comentários:

Esteril disse...

Olá Marta, afinal a tua historia acabou antes do que eu previa, será que hesitaste a meio e encurtaste a historia? Espero que tenhas libertado esse teu interior desse sofrimento que a ti te impuseste estes anos todos. Foram anos a mais, mas nunca é tarde para se recuperar um amor assim.
Como já referi antes, tens 2 caminhos;
1-Dares uma oportunidade a ti de seres feliz e falares com ele, e tentares viver o amor se ele ainda te quiser, caso ele já não queira, diz-lhe apenas que ele foi especial e que tu foste tola, ele vai agradecer e sentir-se menos magoado com tudo. Afinal, teve atitudes, muitas delas influenciadas pela tua frieza e alguma mentira para o magoares ou não permitires que ele te dominasse com o amor que tu não conseguias evitar.
2-enterra o passado de uma vez e não podes voltar a revive-lo.
Eu diria que deves seguir a 1ª opção, porque se vê que ainda gostas dele. Não vás tu daqui a mais 10 anos ver que voltaste a errar. Pensa nisso e segue a tua vida com o rumo do coração.
bjs e felicidades

Borboleta disse...

:) Oi nina..tenho a certeza que vais conseguir..não esquecer..porque acredito que o passado faz parte de nós..mas encontrar a paz...

uma abraço cheio de força ;)

Anónimo disse...

marta:
k te posso dizer? que a vida insiste em mostrar.nos que o passado não é bom conselheiro e q não existem segundas oportunidades. sei que doi dizer isto. porque por vzes as coisas especiais deveriam ser preservadas e mantidas pela raridade que têm. comntudo, a vida tem.me mosytrado q assim n é:( um jinho.

mereces ser feliz e vais ser. ou melhor. vamos;)

cadis/asv

maga disse...

Olá Marta,
Confesso que li sofregamente a tua história e quero deixar-te aqui os meus parabéns, pela coragem de a expores perante ti própria (mais do que pelos leitores..)e, acima de tudo, parabésn por seres QUEM ÉS!
Não te conheço pessoalmente, mas a tua alma é transparente nesta história! E isso vai sendo raro de encontrar!
Parabéns e obrigada por estare aqui!

Fontez disse...

Vamos lá então interpretar este novo post da carissima futura-escritora (qual futura!! é já escritora...) de ficção Marta:

(vou dar minha breve e pacata opinião)
1- Eu acho que palavras foram para o teu coração e não para o Pedro. Tais palavras, cartas nasceram por causa do teu coração sofrido.

2-Não és louca e sim escreveres foi bom para fazeres as pazes com a tua alma ... e conseguiste sim! Ganhaste paz!

3-O que escreveste não foi nada inutil, foi muito bom para te conheceres melhor e tb conhecer (melhor ainda) teu heart...Recordares o passado para saberes de como deves aventurar pelo futuro não cometendo erros do passado.

4-Não te esqueças, o Pedro não tem comando nenhum que te controla. És tu quem decide o teu destino.

5-Acordares de manhã e teres um sol vivo, uma natureza para te deslumbrares dá dor?

6-Os 10 anos que passaram sempre preferiste prender o teu coração ao inves de o libertares de o a dares a paz. E fizeste-lhe a prisao pois o libertando doia e tb n querias esquecer Pedro...! E o que aconteceu nestes 10 anos? O Pedro era o teu Deus, tu vivias para ele ao inves de viveres para ti. Erro grande, muito grande. Tem algum sentido gostarmos dos outros e não de nós? Não! E tu sabes disso. Sabes sim...!

7-Mas agora estás mais confiante, vais fechar o baú, ok! Quando? Daqui a mais 10 anos? Dear eu só estou com palavreado pois...mas achas correcto estarmos a sofrer porque queremos? Queres sofrer? Então não te "faças" sofrer, a serio! :)

8-Devias era fazer uma declaração de amor todos os dias a ti própria. A nossa vida é lixo e a dos outros um luxo? NÃO e NÃO!
Segue o Amor sim...adora o amor, preserva-o, mas antes de o entregares as chaves do teu heart (n entregues à toa) a alguém, tens de ter o amor do teu ser bem fortalecido...!

Acho que tá tudo. Foram apenas opiniões ocas. Só palavreado pois...! A acção e/ou prática é que nos torna fortes e tu és Forte! :)

Esteril disse...

Fontez, é isso, não são palavras Ocas, são reais.
Esta maluca, só tem além de se Amar primeiro, isso penso que já aprendeu a fazer com tudo isto, só tem de VIVER COM O CORAÇAO SEM MEDOS...

Marta,
Cadê mais post's, estas a lamber as feridas, aiiii.... olha aqui nós todos de lingua de fora à espera da inspiração, da tua claro...
Toma o tempo que precisares, mas escreve mais...
Beijos
p.s. Quiça, agora não "Eu Confesso", mas sim, um "Eu Vivo Feliz".

Esteril disse...

Ainda não acertaste na Hora dos post's... :)))))

Anónimo disse...

Como diria o outro, para ver se aprendemos, só experimentando outra vez. Há que ir tentando coisas novas, ou repetir aquilo de que gostámos*. Mas errar um caminho pode não ser só pela direcção que se toma, pode ser o destino que está errado.

* - à primeira qq um cai, na segunda quem anda distraido e dai para a frente...

bublicious disse...

Olá,

Não te conheço mas vim aqui parar ao teu blog... Comecei a ler e na realidade indetifiquei-me mto com o q escreveste! Tb eu vivi uma linda e intensa história de amor com um Pedro! Digo linda pois já estou na fase pós este teu último post! Tb eu acabei por ser agredida e mtas coisas se passaram e outras tt foram ditas q mta mágoa me fizeram!... Mas agora, q o tempo vai passando, gosto de olhar para trás e lembrar as coisas boas! Afinal, eu nunca amei ninguém como o amei a ele, e isso algo quererá dizer! Acho q todas as experiências fazem parte do nosso crescimento. Não devemos ficar agarradas ao passado, nem nos preocupar-mos mto com o futuro (na realidade ele não existe).. o q interessa é o momento, o presente! Força e q te encontres e q sejas mto feliz! E independentemente de tudo, há coisas q não vale a pena esquecer, por termos passado por elas... somos quem somos hoje :)
bjnhs

Fontez disse...

Caro(a) Esteril:
Eu disse que as minhas opiniões são ocas e não a dos outros! ;)
Não acho que a Marta seja maluca, apenas foi sensivel e ingenua!
A "lamber as feridas"? Que expressão é essa?...

Anónimo disse...

bem ... plo tipo de comentario.. este esteril é um brocejo.. esteril.. ná.. agreste MESMO
o Atento

Marta disse...

Fontez, Atento e Esteril,
Se não for pedir muito, gostava q as vossas criticas se dirigissem apenas a mim, afinal de contas sou eu a estrela desta companhia:)!!!

Voltarei mais tarde para vos responder a todos.
beijinhos
Marta

Bel disse...

Prendi a duras penas que há recordações que não se devem querer esquecer. Das más temos que recorda las para não voltar a repeti las as boas devemos guarda las para esboçar um sorriso durante o dia.
Que se dane que se tem que pular a história, nunca saberemos como acabaria. Assim recordam .se momentos trajeitos, momentos.
Será sempre uma recordação nossa.
jinhos

Fontez disse...

Dear Marta não critiquei nada nem ninguém! Melhor, nunca o faço!
Apenas fiz uma consideração pudesse haver um má interpretação! :)
Criticar só a mim proprio o faço! ;)
Sim és a estrela desta companhia! Então comporta-te como uma verdadeira Estrela...que brilha, que sorri, que ama a si própria,...! ;)
:)
bjs

Marta disse...

Fontez,
Hoje estou um pouco apagada:)
Por nada em especial.
Com o meu comentário quis apenas que se não entrássemos aqui numa troca de palavras menos bonitas... para isso estou cá eu:)
Sei q me entendes!
E qd falei em critica, pensei em critica construtiva.
bj

Marta disse...

Obrigada a todos pelas palavras que me deixaram aqui, ao longo deste quase mês de blog... falta 1 dia. Parece-me muito mais tempo e se querem saber estou a adorar. Vão continuar as confissões... talvez ainda hoje, amanhã, na próxima semana. Encontramo-nos por aqui ou por ai:)
BEIJOS

Anónimo disse...

ola marta... andas desaparecida. um beijinho

cádis/ asv

Fontez disse...

Felicidades Marta!
Teu dear Blog faz hoje um mês! E que mês...!
Parabéns!
bjs

Marta disse...

Cádis,
Não ando desaparecida :) tou por aqui.
bj


Fontez,
Obrigada:)
bj

Verónica disse...

Me desculpem de comentar mas passei por aqui e não pude deixar de ler o que a Marta escreveu.Estava á procura de outra coisa,no entanto encontrei palavras muito sentidas.
não tenho muita experiência de Vida mas digo isto:
.para Amar o outro,temos que Amar a nós próprios
.e depois Viver um dia de cada vez e não deixar de fazer coisas que temos para fazer ou principalmente dizer,nem que seja dizer um AMO-TE,vindo do fundo da nossa Alma e podermos dar todo o nosso Amor mas claro,a quem merece!
. por fim digo,não se esqueçam que o Amor derruba barreiras e Tudo se consegue se Acreditarmos que conseguimos fazer.
Querida Marta,não mates o passado que vives-te pois ele pode ajudar a não cometer os mesmos erros e transpôr dúvidas que já tiveste.
Bjnhs muito grandes e desejo-vos a todos um Santo Natal,com muito Amor,Paz,Alegria e Saúde.E se não vier aqui como vim agora,por querer encontrar outra coisa,Desejo-vos um Bom Ano Novo e este Ano que entra,vai ser muito diferente.......basta Crer :)